Pug

0 Comments

O Pug pertence ao grupo dos Molossos de pequeno porte.
O país de origem é a Grã-Bretanha. Esta raça também é conhecida como Carlin ou Mops./

Apresenta pequena estatura, com tamanho aproximadamente de 30cm e peso variando entre 6 a 8Kg.

O Pug é um pequeno molosso ou dogue em miniatura. É baixo, longo, o corpo é compacto, quadrado e sólido. Apresenta a cabeça forte e redonda, rugas claramente delineadas, focinho curto e ligeiro prognatismo inferior.
Os olhos são muito grandes, de forma globulosa, escuros e brilhantes. As orelhas são finas e macias ao tato, o pescoço forte, peito largo e dorso reto. A cauda fixada alta e formando anel tão apertado quanto possível sobre a anca. Quando se movimenta, apresenta um leve balanço da parte posterior.


Atualmente o Pug é bem conhecido dos brasileiros através das telenovelas e também está bastante popular no exterior como cão de companhia.


É uma raça muito antiga que teria vindo 
da China e com origens idênticas às do Mastim ou Dogue do Tibete. Alguns defendem a hipótese de que se trata de um Mastim reduzido, modificado em algumas de suas características, pois na antigüidade teriam cruzado formas grandes com anãs. Provavelmente chegou à Europa através da Holanda a partir do séc. XVII. Os ingleses criaram duas famílias, a do Carlin-Morisson, de pelagem fulva e a do Carlin-Willoughby, cuja pelagem é a uma mistura de preto com café com leite. Essas duas famílias se fundiram em 1886. No séc. XVIII chegou à França onde Joséphine de Beauharnais e depois Marie-Antoinnete o adotaram.


Denominado de Pug na Inglaterra devido à sua face achatada (pug nose significa nariz achatado) e na Alemanha de Mops, do verbo moppen, que significa aspecto franzino. Na França era chamado de carlino em homenagem ao célebre ator italiano Carlo Bertinazzi, conhecido como Carlino, que apresentava-se com uma máscara preta no papel de Arlequim, assemelhando-se ao Pug.


O Pug é um animal muito meigo, carinhoso, dócil, brincalhão, companheiro e extremamente limpo. Este mini-dog de salão é muito apegado ao dono, apresenta bom caráter e não suporta muito bem as crianças. Não é um cão de guarda, embora seja reservado com estranhos.

O filhote bagunceiro se torna calmo e assentado quando adulto. Não é do tipo esportivo, portanto convive bem em apartamento e breves passeios já lhe bastam. Como todo cão braquicéfalo (cão cuja cabeça é curta, larga e redonda) necessita ser poupado nos dias quentes, pois está predisposto à síndrome da obstrução das vias respiratórias. Sofre muito com a solidão e a separação.

 

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese