Iguana: cuidados especiais

0 Comments

O Iguana é um réptil que há um bom tempo vem sendo criado em cativeiro e  adotado como animal de estimação por algumas pessoas. O que antes parecia um gosto estranho, hoje em dia já é visto com mais naturalidade, pois o iguana tem um temperamento dócil e se adapta bem ao ambiente doméstico. Nos EUA  o iguana é considerado o réptil mais popular no quesito animais de estimação, o que ainda foi capaz de movimentar um mercado de pet shops, alimentos exclusivos, acessórios e publicações sobre a criação.  Saiba as principais informações sobre a criação do iguana, que requer cuidados diferentes e especiais dos que dispensamos aos bichinhos mamíferos. As condições de temperatura, umidade, luz, alimentação e espaço físico precisam ser as ideias para a sobrevivência do iguana.

O iguana nasce medido de 15 a 25 cm e pode chegar a atingir 2 metros de comprimento! O seu peso pode chegar a 10 kg e o tempo médio de vida é de 15 anos. Isso significa que é necessário bastante espaço para o iguana se desenvolver ao longo da vida.

Os iguanas são animais que tem origem em ambientes quentes e úmidos, alimentam-se de plantas, gostam de subir em árvores e de repousar ao sol. O ambiente em cativeiro, chamado de terrário, deve ser o mais próximo possível do ambiente natural.

Terrário: No mínimo, 1m x 0,40m x 0,40m (comprimento x altura x largura) para os iguanas jovens. Para os adultos de porte médio, de 1m a 1,20m, a medida do terrário deve ser 1,8m x 1,5m x 0,60m, espaço suficiente para abrigar um casal. Para os Iguanas maduros que atingirem entre 1,80 e 2m, o terrário deverá ter o dobro do tamanho: 3m x 3m x 1m. Você mesmo pode construí-lo. Pode ser uma caixa de madeira com a parede da frente de vidro, para visualização. As duas laterais devem ter dois cortes – em cima e embaixo – para a circulação de ar. A tampa deverá ter lâmpadas acopladas  e uma tela de acrílico que protege que o iguana se queime. Outra opção para o terrário é usar um aquário e tampá-lo com telas.

Dentro do terrário: Você deve dispor galhos e troncos, um pouco de terra e pedrinhas no chão, que podem ser substituídas por litter (cacto ou casca de árvore moida, à venda nas pet shops). Por baixo deve ter carpetes atoxicos e absorventes.

Iluminação: Para terrário com menos de 50cm de largura, use uma só lâmpada  UV-B específica para répteis, que ajuda na sintetização do cálcio e da vitamina D3 nas reações metabólicas, indispensáveis para a sobrevivência do iguana. Para terrários com mais de 50cm, o ideal é ter também uma lâmpada UV-A, que ajuda a manter a pele em boas condições. Para terrários com 1m de largura, colocar três lâmpadas: duas UV-B e uma UV-A.

Temperatura: A temperatura ideal é por volta de 29·C durante o dia e 22·C à noite, o que está de acordo com o ambiente natural do Iguana. Deve-se ter um termômetro no terrário para o controle da temperatura.  Com o aquecimento das lâmpadas, a rocha aquecida, aquecedor com termostato e a temperatura externa regula-se a temperatura ideal. Mas durante todo o tempo o Iguana precisa de uma fonte de calor, que pode vir de aquecedores de cerâmica, rochas ou placas aquecidas.

Umidade: Para controlá-la deve-se ter um hidrômetro que pode ser acoplada ao termômetro. A umidade do ambiente deve ser entre 70 e 80%. Para aumentá-la você pode por água uma uma vasilha que serve para o Iguana resfriar-se. Você também pode borrifar água no terrário duas vezes ao dia.

Alimentação: As rações para iguanas são importadas. Na falta delas ele pode se alimentar de frutas, legumes e verduras cruas de tonalidade mais escura. Flores, como hibiscos, rosas e mel, complementando com proteína animal como pequenos insetos e ração para gatos à base de proteína animal. A proporção da proteína animal é de 30% para Iguanas filhotes (até 2 anos, em média) e subadultas (de 2 a 4 anos). Menos de 5% para as adultas (acima de 4 anos). Dar comida duas vezes por dia. Não deixe restos de alimentos no terrário.

Como comprar Iguana: A compra de iguana deve ser uma compra legal, ou seja, regularizada e autorizada pelo Ibama. Nessas condições o preço mínimo do filhote é de R$1000,00.

Minha Iguana não come há dias: Corte bem pequeno a alimentação, ou passe em um liquidificador ou processador de alimentos, e ofereça. Se recusar mesmo depois de uns 3 dias, tente colocar em uma seringa e injete na boca do animal, tomando cuidado para não machucá-lo. O tempo de 3 dias é necessário p/ adaptação do ig na nova casa, não manuseie muito por enquanto para não aumentar o estresse do animal.

Você pode fornecer papinha para ficar mais fácil para ela ingerir o alimento;
Modo de fazer; Amasse um mamão e uma banana juntos, amasse bem até ficar bem mole, corte pequenos pedaços de verduras e misture na papinha, ate ela ficar repleta de pedacinhos verdes, abra a seringa e coloque o alimento por cima ( tentar sugar o alimento é torturante ). Você deve estar se perguntando; como vou abrir a boca de minha iguana para alimentá-la ..Calma um passo de cada vez;

Abrir a boca da iguana sem machucá-la: Deve-se puxar delicadamente o papo da iguana para baixo e segurar a parte superior da mandíbula, ( necessita de duas pessoas para alimentar o animal com seringa ) Após abrir a boca dela a outra pessoa ligeiramente deve colocar o alimento em sua boca, coloque na ponta da língua evitando colocar  muito alimento para ela não engasgar. Lembrando que tudo deve ser feito com o maior cuidado para não machucar o animal.

Macho ou Fêmea? Impossível de saber se o animal é macho ou fêmea a olho nu quando este for muito jovem. Para definir o sexo de animais jovens usam-se  um método chamado de sexagem. A sexagem do animal deve ser feito por especialistas. Se o animal tiver mais de 3 anos não precisa fazer a sexagem pois as características de macho ou femêa já são percebidas.

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese