Fila Brasileiro

0 Comments

O Fila Brasileiro ou o “Cão Guardião” pertence ao grupo dos cães Molossos tipo Dogue.

O país de origem é o Brasil.

Também é conhecido como Cão de Fila, Mastim Brasileiro, ou simplesmente Fila.

É uma raça considerada gigante com peso variando entre 45 a 90kg. Os machos medem na altura da cernelha de 65 a 75cm e as fêmeas de 60 a 70cm.


O Fila Brasileiro é um cão de porte imponente, ossos e músculos fortes. Seu corpo é mais longo do que alto, bem proporcionado e simétrico, compacto, harmonioso, com grande agilidade. O trote é fácil e elástico, o galope é poderoso e o andar apresenta um passo longo, aparentemente pesado, com movimentos ondulados das ancas, lembrando o andar de um felino.


Possui cabeça grande e pesada em relação ao corpo, de aspecto quadrado e maciço, tipicamente braquicéfala (crânio curto e largo). Focinho largo e bem desenvolvido, lábios superiores grandes e caídos sobre os inferiores. Os dentes são fortes e caninos bem pronunciados com dentadura em tesoura. Os olhos são de tamanho médio e devido a pele flácida, as pálpebras costumam ficar caídas, detalhe este que contribui para dar uma aparência pensativa e melancólica ao olhar, típica da raça. As orelhas são grandes e caídas e quando o cão está com a atenção despertada, elas são levadas à altura da linha superior do crânio. O pescoço é de diâmetro extraordinariamente desenvolvido, musculatura fortíssima e com barbela. O tronco também é muito robusto, peito largo, dorso forte em linha ligeiramente ascendente até a garupa. A pelagem é grossa, elástica, flácida, principalmente no pescoço e tronco. Os membros anteriores bem colocados e aprumados, são separados pela largura do peito e os posteriores mais altos que os anteriores com ângulos não pronunciados, os jarretes não são flexíveis.


A origem do fila brasileiro é um tanto obscura, como a de tantas outras raças caninas, entretanto pensa-se que seja descendente de cães trazidos no século XVII por conquistadores portugueses e espanhóis através de cruzamentos de cães tipo Dogue como o Mastiff e o Bulldog inglês e cães sabujos como o Bloodhound (Cão de Santo Humberto).

A sua estrutura volumosa impondo respeito somente com sua presença lembra o Mastiff, o Bulldog transmitiu-lhe o antigo temperamento impetuoso e implacável que apenas subjugava a vítima sem matá-la. Já do Bloodhound herdou o excelente olfato. O Fila Brasileiro foi utilizado no passado para capturar escravos que haviam fugido, descobrindo-os facilmente e capturando-os vivos aos senhores. 

O Fila Brasileiro é determinado, valente, fogoso de uma coragem quase brutal. Guardião incomparável, dotado de um aspecto que infunde temor. Muito desconfiado com estranhos, está sempre disposto a agredir quem não conhece, não admitindo em hipótese alguma a menor familiaridade Entretanto seu caráter é calmo, dócil, autoconfiante, obediente e muito devotado aos seus donos, apresentando extrema tolerância com as crianças.
Presta ótimos serviços como ajudante na condução de rebanhos e pode ser utilizado como cão de caça grossa, acuando até onças neste Brasil afora.


Obviamente um cão com estas características não tem uma vida cômoda nas cidades. Sua robustez não pode sofrer limitações, exercendo seu vigor físico na vida rural, onde pode viver segundo sua natureza. 

 

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese