Dicas para comprar brinquedo para seu cachorro

0 Comments

Para comprar brinquedos para cachorro, você primeiro precisa considerar as características específicas do seu cachorro, levando em consideração os instintos e a personalidade dele.

Para o brinquedo ser perfeito, quem tem que amá-lo é o seu cachorro, e não você.  Porém, varias vezes, escolhemos formatos, texturas e cores que nos agradam muito mais do que agrada os nossos cães. Por esse motivo, a personalidade e os gostos do seu cachorro devem vir em primeiro lugar na hora de escolher o brinquedo.

Abaixo seguem as dicas para comprar brinquedos para cachorro que realmente agradam o seu cão.

Escolha uma cor facilmente vista pelo seu cão

Diversos brinquedos para cachorros são feitos em cores que, embora sejam vibrante para nós, não são facilmente vistas pelos cães.  Cachorros enxergam somente alguns tons de cores e seus brinquedos devem ser de cores que chamem mais a atenção do cão do que seu proprietário.

Considere também a cor do chão e dos espaços aonde o cão brinca, de forma não escolher uma cor que se camufla nos ambientes aonde ele habita.  Esscolher uma bola verde e jogá-la na grama, por exemplo, pode dificultar a brincadeira na hora que você joga a bola para ele pegar.

Incentive o seu cachorro a cheirar

O olfato é o sentido mais forte e, consequentemente, um dos mais utilizados pelo cão.  Por isso, um bom brinquedo deve levar em consideração olfato do cachorro, não tendo cheiros muitos forte e, quando possível, promovendo os instintos de farejar do cão.  Brinquedos inteligentes que permitem que donos insiram petiscos, nesse sentido, podem ser uma boa opção para o seu animal.  Para os petiscos, como no caso dos brinquedos, o cheiro é mais importante do que a coloração ou formato.

Compre brinquedos com o tamanho adequado para o seu cachorro

Alguns brinquedos pequenos podem ser facilmente ingeridos ou até entalados na garganta do cachorro. Esse foi o caso do Golden Retriever da Oprah que, ao brincar com uma bolinha que pertencia a um cachorro menor, engasgou.  O brinquedo, e todas as suas partes, deve ser grande suficiente de forma não apresentar um risco de ser ingerido pelo cachorro.

Ao mesmo tempo, o brinquedo não poder ser muito grande.  Uma bolinha que o cachorro não consegue pegar com a boca, por exemplo, pode deixar de ser um brinquedo interessante para ele.

Potenciais perigos de cada brinquedo

Muitos brinquedos, quando desmontados, apresentam um risco de ser ingeridos pelo cachorro.  Esse é o caso, por exemplo, de brinquedos com cordas, linhas e laços.  Outros com pilhas também podem ter consequências fatais quando as pilhas são ingeridas pelo cão.

A interação entre cachorro e brinquedo sempre deve ser supervisionada, de forma a não colocar o animal em uma situação de risco.  Similarmente, é necessário contatar um veterinário antes de apresentar o cão a brinquedos que envolvem petiscos ou qualquer tipo de comida. Essa é a única maneira de verificar se a saúde do animal permite que ele ingira determinadas substâncias.

Escolha um brinquedo com o material correto

Geralmente, os brinquedos para cães vão direto para a boca deles e são mastigados ou lambidos. É por isso que é tão importante certificar-se de que os brinquedos do seu cão não são tóxicos. Leia os rótulos com muito cuidado e certifique-se de que eles são feitos em países com forte regulamentação de saúde pet. Muitas vezes, ainda que o exterior do brinquedo pareça seguro para o cão ao coloca-lo na boca, o enchimento ou o interior podem conter produtos químicos tóxicos, elevando o risco de asfixia.

Descarte os brinquedos desgastados

Com 5 anos o Golden Retriever é tão doce e ainda dorme com o mesmo velho Ursinho Puff de pelúcia que ele fez como um cachorro, mas se o enchimento do ursinho já estiver aparecendo entre a costura, é melhor aposentar o velho urso fiel. Os brinquedos antigos de cães podem estar repletos de bactérias e fungos (a maioria dos cães deixam seus brinquedos muito úmidos), o enchimento pode representar um perigo para a saúde, confie em nós, a limpeza de brinquedos de pelúcia não é tarefa fácil. Além disso, se o seu cão puder destruir uma bola de tênis em 5 segundos, você irá precisar comprar brinquedos várias vezes, mas se você tiver um delicado Yorkie que gosta de roer um osso de borracha, uma vez por semana, você não terá tanto problema.

Evite brinquedos com peças pequenas

Ao escolher um brinquedo, procure olhar de perto os acabamentos. Se existem coisas que podem cortar facilmente como botões, olhos ou zíperes, eles podem não ser o brinquedo certo para o seu cão. Esses pequenos pedaços podem ser facilmente engolidos e ser um perigo de asfixia. Atenha-se aos brinquedos de uma peça, e que não tenha peças minúsculas e feitas de material resistente.

Considere brinquedos de enriquecimento

Você sempre soube que o seu cão era inteligente, mas você quer realmente impulsionar sua inteligência ao limite? Brinquedos de enriquecimento pode ser a resposta para você. Estes brinquedos são pequenos enigmas, com guloseimas dentro, que seu cão precisa resolver usando seu olfato. Eles também são a base da aprendizagem e exigem que o seu cão adote certas habilidades, a fim de obter o tratamento. Os benefícios são diversos: os ajuda a desenvolver habilidades para resolver problemas, dá um senso de propósito, porque eles têm de “trabalhar” para a sua alimentação, e os faz sentir-se realizado, isso aumenta a sua autoestima.

Não importa o brinquedo que você escolher para seu cão, certifique-se de brincar com o seu cão com frequência. Brincar não só enriquece a vida do seu cão, mas também aumenta o vínculo e gera confiança entre vocês dois. Divirta-se e seja criativo!

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese