Convulsões e ataques

0 Comments

De forma geral as convulsões são comuns a uma variedade enorme de situações que provocam o distúrbio neurológico, porém quando os quadros aparecem de forma freqüente poderemos estar diante de uma epilepsia.

Outras possibilidades que poderiam causar as convulsões são intoxicações, alterações metabólicas como hipoglicemia (diminuição do teor de glicose do sangue), infecções virais ou bacterianas, tumores cerebrais etc, de qualquer forma, muitas vezes fica difícil determinar a causa com exatidão, sendo somente possível através de exames.

A crise convulsiva de origem neurológica pode ser classificada como grande mal ou pequeno mal. Grande mal é aquela quando o quadro é forte, muitas vezes ocorrendo com o animal deitado, contorcendo-se e batendo as patas como se estivesse pedalando.

Pequeno mal é aquela quando a convulsão é mais fraca, de forma que o animal fica andando em círculos, compulsivamente, aparentemente cego e contorcendo-se levemente.

Em caso de convulsões, tome as seguintes medidas

– De qualquer forma não entre em pânico no momento da crise convulsiva porque a maioria dos ataques quase nunca é fatal e também não é contagioso. Proteja o cão com almofadas para evitar o atrito com superfícies duras e mantenha-o em confinamento em ambiente pequeno em silencio e a meia luz.

– Cuidado, não ponha a mão dentro da boca do animal no momento da crise. Por mais que ele o conheça e seja seu amigo, num momento de convulsão o animal pode fechar a boca vigorosamente e pode machucá-lo.

– Se o ataque durar mais de quatro minutos, envolva-o em pano de algodão úmido para evitar a hipertermia e leve-o de imediato ao veterinário. Registre o tempo do ataque e o que o animal fazia antes do seu início, porque isto poderá ajudar no diagnostico.

– Uma outra situação singular de convulsão pode ocorrer quando a fêmea encontra-se na fase de lactação. Neste caso os sintomas típicos são de incoordenação e tremores musculares com aumento do ritmo respiratório. Este tipo de convulsão, a qual é denominada de eclâmpsia, é caracteriístico e ocorre devido a problemas metabólicos  sendo necessário de socorro veterinário urgente, pois o quadro é fatal se não socorrido a tempo.

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese