Cervejaria dá ‘licença-cachorro’ para funcionários que adotarem um filhote (pena que não é no Brasil)

0 Comments

post1702

Uma cervejaria, na Escócia, oferece aos funcionários que adquirirem um filhote de animal uma semana de folga para cuidar do novo membro da família. Esses dias servem para a adaptação do pet. Os empregados que quiserem levar seus cães para o trabalho também estão autorizados e podem trabalhar normalmente ao lado dos melhores amigos.

Não é à toa que o nome da cervejaria é BrewDog (em português poderia ser traduzido como Cachorro Fermentado). Os bares que ofertam a bebida também costumam aceitar a entrada de animais em suas dependências. A empresa com inspiração canina em breve passará a oferecer o benefício para os operários da filial em Ohio, nos Estados Unidos.

Os fundadores James Watt e Martin Dickiem fundaram a companhia em 2007. Eles se disseram ansiosos para dar aos trabalhadores tempo suficiente para cuidar dos novos animais de estimação e que não ficasse preocupados com os bichinhos durante o trabalho.

“Sim, temos cachorros nos nossos escritórios, o que torna todo mundo mais alegre e relaxado. Nós sabemos muito bem que a chegada de um filhote requer cuidados. Então, estamos nos tornando os primeiros do setor a ajudar na adaptação do novo membro peludo da família”, diz o anúncio no site da empresa.

O site da companhia diz que tomou essa atitude com o objetivo de ser a melhor empresa para se trabalhar. “Seja homem, mulher ou cachorro, encorajamos todos os membros da nossa família a cuidarem uns dos outros”.

BrewDog é uma das cervejarias artesanais com o maior crescimento no mundo, tendo o maior crescimento do número de investidores entre 2007 e 2015. Atualmente, a empresa conta com 32 mil acionistas.

Permitir cães em escritórios é algo bastante popular em gigantes da tecnologia. Tanto o Google quanto a Amazon permitem que membros de suas equipes levem animais para o trabalho.

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese