Aprenda como criar Galinhas

0 Comments

A criação de galinhas é uma tarefa que pode parecer muito complicada para aqueles que ainda não tem afinidade com o assunto, deixando as pessoas meio que perdidas em meio a tantas informações, não conseguindo perceber ou decidir por onde começar. A primeira pergunta que um futuro criador de galinhas deve fazer antes de iniciar a sua criação e qual a motivação para criá-las, ou seja, a finalidade será comercial ou será apenas para ter alguns animais de qualidade para poder preparar juntamente com os amigos, ou então para utilizar os ovos. Os objetivos podem influenciar a maneira como a criação de galinhas será conduzida e algumas das decisões importantes antes dela ser iniciada. Então, afinal, como criar galinhas? A resposta é que criar galinha exige organização, planejamento, e uma pequena dose de estudos e leitura.

Para definir os objetivos, você terá que decidir se será uma criação de galinhas poedeiras, galinhas de corte ou até mesmo galinhas exóticas, usadas para ornamentar ambientes. Seja qual for a escolha, normalmente elas são animais baratos de criar, e não tão difíceis de se manterem saudáveis, especialmente se você buscar informações e saber como cuidar das galinhas.

Caso a sua criação seja doméstica, você pode deixar as galinhas soltas em espaços como quintais ou terrenos, sem se esquecer de ter um bom galinheiro para que elas possam ficar a noite e se abrigar das mudanças climáticas. As galinhas de corte podem ser criadas apenas com milho ou então com uma boa ração de engorda, seja qual for a sua escolha, o importante é oferecer uma boa alimentação para as galinhas, desta forma as aves irão engordar rapidamente e com saúde.

Caso decida pela criação de galinha poedeira, uma boa ração de postura será de extrema importância para melhorar a quantidade de ovos que as galinhas irão botar durante a sua vida. Outro ponto importante é que na média, as galinhas poedeiras começam a diminuir a quantidade de ovos postos por volta da 45ª até a 70ª semana de vida, sendo aconselhável descartar as aves após esta idade. A criação de galinhas exóticas deve seguir cuidados específicos que irão variar conforme as características de cada raça, portanto, ao comprar os seus exemplares pergunte ao vendedor como criar a galinha da espécie em questão.

Outro ponto importante é que são comuns as comparações entre as galinhas caipiras e as galinhas de granja, que são largamente usada na criação comercial. Tais comparações são tanto em relação à produção de carne e ovos, quanto a qualidade do resultado final, ou seja, o sabor que tais alimentos possuem. A galinha caipira é conhecida por ser mais resistente a doenças, reduzindo os gastos com medicamentos e as perdas na produção, especialmente por serem normalmente criadas soltas em quintais e terreiros, o que as tornaram mais rústicas. Ela também requer, justamente por isso, menos cuidados. Curiosamente, contudo, a criação das galinhas caipiras pode se tornar mais cara, pois o tempo de recria e a quantidade de produção de ovos normalmente são menores, mas vale ressaltar que normalmente os produtos “caipiras” também serão vendidos a preços maiores.

Há vários motivos que justificam esse encarecimento. O primeiro é que o pintinho caipira tem o preço mais elevado do que de muitas espécies industriais. Mas o principal motivo de encarecimento da criação de galinha caipira, sobretudo nas granjas de corte, é o tempo maior para a criação dos animais antes do período de abate: enquanto a maioria dos frangos industriais leva cerca de quatro meses, a espera no caso da criação de galinhas caipiras pode chegar a um ano. Há quem acredite, contudo, que tanto a espera quanto os aumentos nos custos valem a pena, pois o resultado é uma carne mais firme, de sabor mais acentuado e apreciado pela maioria das pessoas.

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese