Abissínio

0 Comments

É considerada uma das mais antigas raças felinas embora não se saiba a sua origem exata. Por apresentar semelhança com o gato sagrado do antigo Egito, há relatos de que teria nascido às margens do Rio Nilo. Os primeiros gatos deste tipo foram levados para a Grã-Bretanha por soldados que voltavam para casa da Guerra Abissínia em 1868.

As tentativas para desenvolver a raça na Grã-Bretanha, por cruzamentos que envolveram Pêlos Curtos Ingleses, modificou a aparência e a coloração dos Abissínios sendo estes, finalmente reconhecidos como raça legítima, em 1882.


Apresentam-se como gatos bastante ativos, extrovertidos, alegres e brincalhões. A cabeça é em forma de cunha, orelhas grandes e largas da base e ligeiramente arredondas nas extremidades. Os olhos são grandes e amendoados, sendo delineados por uma pele escura, circundados por pêlos mais claros e com uma risca superior quase vertical que recorda o Puma. A pelagem curta ou de comprimento médio particularmente no dorso caracteriza-se como densa, fechada e elástica podendo ser de coloração ruddy (tons de abricot e preto); sorrel (mescla de vermelho e tom de abricot mais intenso); blue (tons creme com coloração cinza-claro e escuro) e beige-fawn (tons de camurça rosado mesclado com coloração camurça mais forte) e silver (subdividida em 4 tonalidades, todas com a predominância de prata, reconhecida só na Europa).

Os filhotes nascem laranja-escuros com manchas pretas, ou quase preto, sendo que a partir da 6ª semana de vida as cores já começam a surgir, finalizando somente aos seis meses ou mais, como ocorre com o gato selvagem africano. Seu corpo apresenta-se esguio e forte, possuindo um andar flexível, com movimentação rápida e silenciosa nas pontas dos pés. A cauda é bastante longa, larga na base e afinando para a ponta.


Gatos desta raça são bastante independentes, com forte personalidade, sensíveis, curiosos e destemidos, sempre alerta e interessados por tudo. O Abissínio é um caçador nato que, deixado por conta própria, não tem dificuldade em sobreviver.

Amante da liberdade necessita de grandes espaços, porém adapta-se a pequenos ambientes desde que não se sinta sozinho. O seu amor pelo dono é exclusivo e precisa de bastante atenção. Os miados são muito discretos. Por sua agilidade é conhecido como gato lebre.


Diferente da maioria dos gatos, o Abissínio se dá bem com os cães em geral e é apaixonado pela água, da qual se aproxima quando tem oportunidade e onde, às vezes, até nada. Pai e mãe cuidam da ninhada com zelo, ele assumindo as tarefas com os filhotes quando ela se ausenta.


Os animais desta raça são considerados de tamanho médio, pesando cerca de 4,0 Kg.

Deixe uma resposta

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese